Entrevista com Marcel Jollivet: perspectivas sociológicas sobre o mundo rural

Conteúdo do artigo principal

Cimone Rozendo
https://orcid.org/0000-0002-4903-0839
Alexsando Arbarotti
https://orcid.org/0000-0002-9318-3322

Resumo

Nesta entrevista o sociólogo francês Marcel Jollivet fala de sua trajetória na Sociologia Rural, sublinhando como sua biografia familiar, de origem camponesa, contribuiu para a construção de seu itinerário profissional. Assistente de Henri Mendras, nos anos de 1950, no Instituto de Ciência Política em Paris, Jollivet reitera a importância da Sociologia Rural nos dias atuais, sobretudo como ciência crítica, relembrando os enfrentamentos feitos em plena modernização da agricultura francesa, uma vez que suas reflexões iam na contramão da onda do "progresso". Para Jollivet, ainda que o meio rural tenha passado por grandes transformações, os antigos problemas permanecem, agora metamorfoseados. Portanto, o trabalho do sociólogo é de desconstruir os discursos que permitem a manutenção das situações de poder. É de revelar os diferentes processos e meios utilizados para ocultar a realidade social e se concordamos com isso, admitimos que a Sociologia Rural é extremamente atual, defende Jollivet.

Detalhes do artigo

Como Citar
Rozendo, C., & Arbarotti, A. . (2020). Entrevista com Marcel Jollivet:: perspectivas sociológicas sobre o mundo rural. Raízes: Revista De Ciências Sociais E Econômicas, 40(1), 106–118. https://doi.org/10.37370/raizes.2020.v40.656
Seção
Entrevistas
Biografia do Autor

Cimone Rozendo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Bacharel e Licenciada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Paraná (1997), mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Paraná (2001), doutora em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Paraná (2006) e Pós Doutora em Sociologia Rural pela Universidade de Paris X- França (2016) como Bolsista Sênior CAPES. Atualmente é professora associada III da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, do Departamento de Ciências Sociais, atuando nos Programas de Pós graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA) e Ciências Sociais (PPGCS) nos seguintes temas: agricultura familiar, Agroecologia, meio ambiente (conflitos socioambientais, convivência com o semiárido), políticas de segurança alimentar (PAA e PNAE) , Sistemas Agroalimentares (circuitos curtos e formas de certificação). É líder do grupo de pesquisa: Laboratório de Estudos Rurais, coordenadora do Núcleo de Agroecologia da UFRN (NEA), membro da Rede de Estudos Rurais e da Rede Brasileira de Pesquisadores em Segurança Alimentar (REBPSAN ) e co-editora da Revista Meio Ambiente e Desenvolvimento.

Alexsando Arbarotti, Université Paris-Est

Pós-doutorando no Laboratoire Eau, Environnement et Systèmes Urbains (Leesu) na École des Ponts ParisTech. Doutor pelo Programa de Pós Graduação em Sociologia da Universidade Federal de São Carlos com bolsa da FAPESP (2018); Bolsista de Estágio de Pesquisa no Exterior (FAPESP) no Laboratoire Dynamiques sociales et recomposition des espaces (França, 2016). Mestre em Sociologia pelo Programa de Pós Graduação em Sociologia da Universidade Federal de São Carlos (2014); graduado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2011); graduado em Filosofia pelo Centro de Estudos da Arquidiocese de Ribeirão Preto (2004). Pesquisador do Centro de Pesquisa e Estudos Agrários (CPEAA) e membro do Grupo de Pesquisa Ruralidades, Ambiente e Sociedade (RURAS/ UFSCar). Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia Rural, atuando principalmente nos seguintes temas: movimentos sociais de luta pela terra, questão agrária, questão ambiental, água e recursos hídricos, geração e assentamentos rurais de reforma agrária. Atualmente desenvolve pesquisa no projeto OCAPI de transição ecológica que tem por objetivo repensar o sistema alimentação-excreção, separação das águas domesticas na fonte e captação das águas pluviais.

Referências

DEMAIN. Diretores Melanie Laurent e Cyril Dion. França, 2015. Disponível em: http://www.recicloteca.org.br/videos/amanha/. Acesso em: 24 jul. 2020.

FAUVET, J.; MENDRAS, H. Les paysans et la politique dans la France contemporaine. Cahiers de la Fondation Nationale des Sciences Politiques, n 94, 1958.

JOLLIVET, M. Agricultura e meio ambiente reflexões sociológicas. Revista Estudos Econômicos, São Paulo, v. 24, n.e., p. 183-198, 1994.

JOLLIVET, M. A vocação atual da Sociologia Rural. Estudos Sociedade e Agricultura, n. 11, p. 5-25, out. 1998.

JOLLIVET, M. L`environnement une dimension nouvelle pour le rural. In: JOLLIVET, M. Pour une science sociale à travers champs: Paysannerie, ruralité, capitalisme (France xxe siècle). Paris: Éditions Arguments, 2001.

JOLLIVET, M. (Org.). Pour une agriculture diversifiée: arguments, questions, recherches. Paris: L ́Harmattan, 1998.

JOLLIVET, M. (Org.). Sciencias de la nature sciences de la societé: les passeurs de frontières. Paris: CNRS Editions, 1992. DOI: https://doi.org/10.4000/books.editionscnrs.4154

JOLLIVET, Marcel. Hétérogénéité, diversité, complexité: nuances et convergences. In: JOLLIVET, M. (Org.). Sciencias de la nature sciences de la societé: les passeurs de frontières. Paris: CNRS Editions, 1992.

JOLLIVET, M. Le monde rural à l`heure de l`environnement. In: JOLLIVET, M. Pour une science sociale à travers champs: paysannerie, ruralité, capitalisme (France xxe siècle). Paris: Arguments, 2001.

JOLLIVET, M. Le rural et l`environnement: grille pour des analyses comparées. In: JOLLIVET, M. Vers un rural postindustriel: rural et environnement dans huit pays européens. Paris: L ́Harmattan, 1997.

JOLLIVET, M. Les métamorphoses d`un rural incertain. In: JOLLIVET, M. Vers un rural postindustriel: rural et environnement dans huit pays européens. Paris: L ́Harmattan, 1997.

JOLLIVET, M; PAVÊ, A. O meio ambiente: questões e Perspectivas para a pesquisa. In: VIEIRA, P .F; WEBER, J. S (Org.). Gestão de recursos naturais renováveis e Desenvolvimento: Novos desafios para a pesquisa ambiental. São Paulo: Cortez, 1996.

WANDERLEY, M. N. Homenagem ao professor Marcel Jollivet. Revistas Raízes, Campina Grande, v. 21, n 2, p. 184-194, jul./dez. 2002. DOI: https://doi.org/10.37370/raizes.2002.v21.191

WANDERLEY, M. N. A Emergência de uma nova ruralidade nas sociedades modernas avançadas: o “rural” como espaço singular e ator coletivo. Recife: EDUFPE, 2000.