Política agrícola e sustentabilidade da agricultura familiar no Nordeste brasileiro: anos 90

Conteúdo do artigo principal

José Aldemir Freire

Resumo





O objetivo do presente texto e? fazer uma ana?lise da poli?tica agri?cola no Brasil nos anos 90 e suas implicac?o?es no semi-a?rido nordestino. Nesta de?cada a poli?tica agri?cola brasileira se pautou pelos seguintes elementos: reduc?a?o do cre?dito agri?cola, abertura comercial, sobrevalorizac?a?o cambial e elevac?a?o das taxas de juros. Essa poli?tica mostrou-se extremamente nefasta para a agricultura familiar nordestina, sendo apenas na cultura algodoeira a regia?o perdeu aproximadamente um milha?o de postos de trabalho. Ale?m disso, o pro?prio padra?o agri?cola que o governo procura ver implantado no pai?s, orientado pelo mercado e pelos prec?os internacionais, moderno e competitivo, mostra-se invia?vel na porc?a?o semi-a?rida, na?o irriga?vel, do Nordeste.





Detalhes do artigo

Como Citar
Freire, J. A. . (1999). Política agrícola e sustentabilidade da agricultura familiar no Nordeste brasileiro: : anos 90. Raízes: Revista De Ciências Sociais E Econômicas, (20), 76–89. https://doi.org/10.37370/raizes.1999.v.169
Seção
Artigos

Referências

Ver no arquivo do artigo