A disputa pelo governo do Ceará em 2010: a consolidação de um ciclo político pós tassismo?

Conteúdo do artigo principal

Rejane Vasconcelos Accioly Carvalho

Resumo

Este artigo coloca em discussão a noção de ciclo político, assim como as condições de sua emergência, consolidação e declínio em esferas públicas midiatizadas, tomando por referência estudos sobre eleições majoritárias para o poder executivo no Brasil e de modo especial no estado do Ceará, a partir do retorno das eleições diretas na década de 1980. A campanha eleitoral de 2010 para o governo do referido estado é analisada como momento de demarcação de um ciclo “pós tassista” na política cearense, marcado pela reeleição em 1º turno do governador Cid Ferreira Gomes, por uma maioria consagradora de votos, desta feita em oposição a Tássio Jereissati, antigo aliado, que, sem seu apoio, foi candidato derrotado a uma das duas vagas do Ceará no senado.

Detalhes do artigo

Como Citar
Carvalho, R. V. A. . (2013). A disputa pelo governo do Ceará em 2010: : a consolidação de um ciclo político pós tassismo?. Raízes: Revista De Ciências Sociais E Econômicas, 33(1), 34–52. https://doi.org/10.37370/raizes.2013.v33.378
Seção
Dossiê: Poder Local, Mandonismo, Família e Política

Referências

Ver no arquivo do artigo.