Famílias, cultura política e dominação no semiárido nordestino: o caso de Queimadas-PB

Conteúdo do artigo principal

José Marciano Monteiro
https://orcid.org/0000-0002-1385-6671

Resumo

No presente artigo apresentamos os resultados do estudo do caso de de Queimadas, município localizado no nordeste semiárido do Brasil, interior da Paraíba. Partindo de uma perspectiva relacional e histórica buscamos analisar a cultura política local e as práticas de dominação exercidas pela família Ernesto Rêgo, através das estratégias mediadas por redes de parentesco, no curso de quatro gerações. A reflexão aqui apresentada problematiza os elementos que propiciaram a continuidade e a reprodução do poder do referido grupo familiar na cidade citada, a partir das seguintes questões: Através de que práticas se instituiu tal dominação? Quais as estratégias implementadas por essa família para conquistar poder no nível local? Constatou-se que as práticas de dominação se estabeleceram através da instituição de redes de dependência entre detentores de maiores e menores quanta de capital econômico.

Detalhes do artigo

Como Citar
Monteiro, J. M. . (2013). Famílias, cultura política e dominação no semiárido nordestino: : o caso de Queimadas-PB. Raízes: Revista De Ciências Sociais E Econômicas, 33(1), 149–164. https://doi.org/10.37370/raizes.2013.v33.385
Seção
Dossiê: Poder Local, Mandonismo, Família e Política

Referências

Ver no arquivo do artigo.