Representações científicas e práticas mercantis camponesas

Conteúdo Principal do Artigo

Marie-France Garcia-Parpet

Resumo




No quadro do debate que anima as ciências sociais no que diz respeito à relação entre economia, sociologia e história, propomo-nos a refletir sobre o papel desempenhado pelas representações sociais da economia, especialmente as científicas. Com isso, objetivamos mostrar que, longe de serem neutras, essas representações desempenham um papel ativo na própria existência das instituições econômicas. Para tanto, baseamo-nos numa pesquisa empírica em contextos diferentes do ponto de vista geográfico (Brasil e França), analisando como, em situações específicas, os modelos usados para conceitualizar as práticas de diversos agentes econômicos podem contribuir para aceitá-las ou desacreditá-las.




Detalhes do artigo

Como Citar
Garcia-Parpet, M.-F. (2002). Representações científicas e práticas mercantis camponesas. Raízes: Revista De Ciências Sociais E Econômicas, 21(2), 196-211. https://doi.org/10.37370/raizes.2002.v21.192
Seção
Artigos

Referências

Ver no arquivo do artigo.