O manejo dos Fundos de Pasto no nordeste baiano: um exemplo de reforma agrária sustentável

Conteúdo do artigo principal

Eric Sabourin
Patrick Caron
https://orcid.org/0000-0002-8494-2243
Pedro Carlos Gama da Silva

Resumo





No Serta?o baiano, as terras chamadas de Fundo de Pasto, antigas a?reas devolutas, te?m sido objeto de um projeto pu?blico de regularizac?a?o de ti?tulos de propriedade coletiva. O artigo situa essa experie?ncia no marco da histo?ria fundia?ria do Nordeste brasileiro e analisa as estrate?gias dos atores engajados no manejo dessas terras, em particular as comunidades de Massaroca (Juazeiro BA). A evoluc?a?o do contexto econo?mico nos anos 70 e a mutac?a?o ra?pida dos sistemas de produc?a?o te?m modificado o uso dos Fundos de Pasto. As organizac?o?es de produtores sa?o confrontadas com novas formas de manejo das terras comuns e com negociac?o?es para tomadas de deciso?es individuais e coletivas. Esse quadro original de uso e redistribuic?a?o da terra constitui um verdadeiro laborato?rio em mate?ria de reforma agra?ria descentalizada e sustenta?vel, assim como de preservac?a?o das u?ltimas a?reas de vegetac?a?o de caatinga.





Detalhes do artigo

Como Citar
Sabourin, E., Caron, P. ., & Silva, P. C. G. da . (1999). O manejo dos Fundos de Pasto no nordeste baiano: : um exemplo de reforma agrária sustentável. Raízes: Revista De Ciências Sociais E Econômicas, (20), 90–102. https://doi.org/10.37370/raizes.1999.v.170
Seção
Artigos

Referências

Ver arquivo do artigo.